29 abril 2015

COMO SOBREVIVER À PRESENTE CRISE?




Até agora vemos uma onda avassaladora assolar a economia brasileira de várias formas. Muitos ainda não estão apercebidos da catástrofe que se abateu sobre o país. Nas palavras do ex-presidente Gustavo Loyola: “Dilma está vivendo a sua herança maldita”.  Acredito que o senador Aécio Neves deva estar grato por não ter ganhado as eleições de outubro passado. Qualquer um que chegasse ao Planalto viveria esta angústia. Agora nos resta vivermos até o fim os ajustes que estão sendo implementados pelo ministro da fazenda Joaquim Levy.
O quadro que se apresenta é preocupante porque as saídas não são de curto prazo e até surtirem efeito viveremos dias angustiantes. Para aparentar uma economia estável e sem crise nossa presidente represou presos de várias commodities e insumos como: Gasolina, Energia Elétrica, água etc. visando, acima de tudo, sua reeleição. Represar preços por algum tempo pode, mas por mais de 02 anos desarranja a economia por completo. Foi o que a presidente fez e agora não tendo como manter tal política de preços, oferece aos brasileiros aumentos que já sentimos no bolso. Com isso, tudo que for impactado por tais aumentos acarreta mais aumentos como: gasolina impacta nos transportes que impacta nos preços finais daquilo for transportado; energia elétrica impacta nos custos de produção que impactam nos produtos finais etc. Isso gera inflação que corrói nosso poder de compra e nos afunda num abismo financeiro. Para deter o processo inflacionário o Banco Central vem aumentando sistematicamente as taxas dos juros básicos. Isso encarece o crédito que fica mais escasso e para quem está endividado o empobrecimento fica bem real. Hoje 29/04/2015 o Copom deve aumentar a taxa de juros que é de 12,75%a.a para 13,25% a.a.
A venda de automóveis caiu 30% e o desemprego campeia forte em nosso meio.
Diante deste quadro nos perguntamos: o que fazer nestes momentos?
Proponho alguns pontos:
1 – Organizar-se
Uma vida desorganizada neste momento é sinal de crise de longo prazo. A maioria dos brasileiros está desorganizada financeiramente e economicamente. A prova disso está no nível de endividamento crescente e da alta inadimplência. Observe os dados da revista Veja da edição de 26/04/2015:
45,3% dos consumidores da Região Norte do Brasil estão inadimplentes, o maior percentual do país. Na sequência, aparecem o Centro Oeste 41,3% e o Nordeste 38,7%, de acordo com SPC.
Houve aumento de 4%, no mês passado, em relação com 2014 dos consumidores com dívidas em atraso.
Uma em cada duas dívidas dos brasileiros é com bancos. Em seguida, vêm lojas e serviços (Contas de telefone, água, luz etc.). R$ 21.676,00 é o valor médio das dívidas. 
Realmente a desorganização traz suas drásticas consequências.
2 – Fazer Levantamento Real do Quanto Deve
Fundamental é saber exatamente o valor de nossas dívidas. Ter uma ideia não vale. Isso é enganar a si mesmo, pois nesse achismo ficamos na zona de conforto e isso nos traz uma pseudo segurança.
3 – Não Aumentar o Endividamento
Um dos grandes erros de quem deve é pagar dívida com novas dívidas. Por exemplo, “Não tendo como comprar a vista o supermercado do mês, corre para cartão de crédito”. Ao invés de aumentar o endividamento é preciso cortar despesas urgentemente.
4 – Utilizar Orçamento Familiar ou Pessoal
A pesquisa mostra que 1 em cada 5 casais usa orçamento para controlar suas despesas. Sem este orçamento ficamos à deriva e sempre gastamos mais do que podemos gastar. Aqui novamente o achismo entra em ação e presumimos que temos dinheiro, quando na realidade não temos.
5 – Ser Fiel nos Dízimos e nas Ofertas
A Palavra de Deus é nossa bússola nas áreas econômico-financeira. Ao sermos fieis a Deus temos Sua promessa que nada nos faltará. Tenho visto cristãos afundados em dívidas e desmotivados levando péssima qualidade vida porque são desobedientes. É Deus que promete nos livrar do devorador e abrir sobre nós as janelas dos céus. Vale a pena ser fiel a Deus e Sua Palavra.
6– Adquirir Conhecimento Sobre Educação Financeira
Sem educação financeira nunca chegaremos a lugar algum. O princípio e saber manusear o dinheiro que ganhamos para termos qualidade de vida. Se quiser conhecer mais sobre este tema CLIQUE AQUI e veja o Seminário oferecido sobre Educação Financeira pelo Ministério Força Para Viver.

Acredito colocando em prática esses princípios poderemos alcançar equilíbrio financeiro e qualidade de vida para servirmos melhor ao Senhor nosso Deus.

Soli Deo Gloria


Pr. Luiz Fernando R. de Souza
Consultor Financeiro Pessoal e Empresarial

19 abril 2015

SE JESUS CRISTO HOUVESSE CASADO, PODERIA TER NASCIDO UMA RAÇA SUPERIOR, DIZ MARCO FELICIANO

SE JESUS CRISTO HOUVESSE CASADO, PODERIA TER NASCIDO UMA RAÇA SUPERIOR, DIZ MARCO FELICIANO

Repostando

Veja esta pérola de um dos maiores teólogo do Brasil o PhD em teologiaPr. Marco Feliciano. A afirmativa deste douto teólogo é no mínimo risível. Aponta para uma total ignorância bíblica e teológica.
Em primeiro lugar O Senhor Jesus nunca se casaria, pois, não foi para este fim que Ele se encarnou. Não que o casamento fosse algo impuro, mas não estava no escopo da obra salvadora do Senhor Jesus. Ele veio especificamente para a finalidade da salvação. Assim sendo, especular sobre um possível casamento do Senhor e uma possível geração de filhos é algo esdrúxulo e impróprio quanto a Cristo. Tais sandices não passam de delírios dos desocupados e inúteis dentro do Reino de Deus.
Em segundo lugar o douto teólogo afirma que o cromossomo X veio de Maria e o Y não era humano o que leva a crer que na encarnação Jesus Cristo era um ser híbrido, meio homem e meio super homem ou meio homem e meio Deus. Se assim fosse esse ser híbrido, mais do que homem, nunca seria o salvador de que tanto a raça precisava e ao mesmo tempo seria a grande frustração de Deus o Pai, pois, a ofensa da raça humana continuaria existindo e a encarnação teria sido inócua. Vamos entrar um pouquinho em teologia elementar. Se a encarnação houvesse acontecido conforme explicou Marco Feliciano, a salvação da raça humanaseria uma impossibilidade, pois, um ser totalmente diferente do humano seria seu representante ou vigário, o que não serviria para quitar a dívida da humanidade com o Criador, pois, somente um homem completamente homem deveria se apresentar a Deus e saldar a dívida oriunda no Éden, pois, foi o homem que ofendeu o Criador e gerou uma dívida eterna, pois, a ofensa foi contra um Deus eterno. Daí termos uma impossibilidade teológica na afirmação do PhD em teologia.
Em terceiro lugar a afirmação descabida do M. F. aponta para uma supra humanidade de Cristo como se ela tivesse sido superior à humanidade criada por Deus. A idéia que a humanidade de Cristo era pré-existente ou superior anula em 100% a obra do Calvário. A História da Teologia vem discorrendo ao longo de quase 2000 anos que a humanidade de Cristo não existia antes da encarnação, mas que foi gerada pelo Espírito Santo no ato da encarnação. Não podemos confundir imagem e semelhança de Deus com natureza humana do verbo.
Em quarto lugar a afirmação descabida de M. F. seria a maior frustração de Deus o Pai. De que adiantaria uma encarnação para salvação se o ser encarnado fosse superior à raça que havia pecado contra Ele? Deus não poderia aceitar a morte deste ser alienígena à raça humana comosubstitutiva no Calvário. A raça humana ainda estaria sem salvação e Deus teria esgotado suas possibilidades de salvação, pois, a salvação somente se realizaria e se realizou mediante a encarnação. Não existe outra forma de salvação senão aquela que passe necessariamente pela encarnação do Verbo. Deus não poderia salvar através de um ato deliberado de Sua Soberana vontade a raça humana, pois, sua justiça não seria satisfeita e nós nunca seríamos justificados diante dEle, por isso, o Verbo se encarnou e cumpriu toda lei.
Em quinto lugar o cromossomo X de Maria foi preservado da contaminação do pecado de Adão e por isso, Cristo não participou da culpa do pecado do primeiro homem. Ele foi sem pecado desde seu nascimento. Temos a péssima idéia de achar que o homem é o que conhecemos hoje. Hoje, após o pecado de Adão, nós como raça somos menos homens do que o original. Somos raça corrompida e totalmente contaminada pelo pecado. Assim sendo, não correspondemos ao modelo exato da criação. Somos criação corrompida. Como a encarnação foi proporcionada pelo Espírito Santo, a natureza humana de Cristo foi totalmente preservada da contaminação do pecado. Cristo é cabeça de uma nova humanidade. Ele é o segundo Adão. A nossa posição em Cristo é superior a de Adão antes da queda.
Em sexto lugar o cromossomo Y que não veio de Maria só podia 100% humano e nunca supra humano, para que fosse gerado uma natureza 100% humana. O Concílio de Calcedônia em 451 já afirmava que "Seguindo então, aos Santos Padres, unanimemente ensinamos a confessar um solo e mesmo Filho: nosso senhor Jesus Cristo, perfeito em sua divindade e perfeito em sua humanidade, verdadeiro Deus e verdadeiro homem (composto) de alma racional e de corpo, consubstancial ao Pai pela divindade, e consubstancial a nós pela humanidade, similar em tudo a nós,exceto no pecado, gerado pelo Pai antes dos séculos segundo a divindade, e, nestes últimos tempos, por nós e por nossa salvação, engendrado na Maria virgem e mãe de Deus, segundo a humanidade: um e o mesmo Cristo senhor unigênito; no que têm que se reconhecer duas naturezas, sem confusão, imutáveis, indivisas, inseparáveis, não tendo diminuído a diferença das naturezas por causa da união, mas sim mas bem tendo sido assegurada a propriedade de cada uma das naturezas, que concorrem a formar uma só pessoa. Ele não está dividido ou separado em duas pessoas, mas sim é um único e mesmo Filho Unigênito, Deus, Verbo, e Senhor Jesus Cristo como primeiro os profetas e mais tarde o mesmo Jesus Cristo o ensinou que si e como nos transmitiu isso o símbolo dos padres". Em momento algum houve qualquer insinuação que Cristo fosse super humano.
Assim sendo, as afirmações do excelente PhD em teologia M. Feliciano somente expressa sua incapacidade teológica e bíblica. Cabe a nós expurgarmos tais conceitos de nossas vidas.
Soli Deo Gloria
PrLuiz Fernando R. de Souza

17 abril 2015

EDUCAÇÃO FINANCEIRA - LIBERTAÇÃO DA TIRANIA DA OPRESSÃO FINANCEIRA

Leve para sua igreja esta palestra. É transformador quando o cristão adquiri Educação Financeira. Sua vida ganha em qualidade e consequentemente ele passa a ser um membro mais fiel e participativo.


02 abril 2015

MORRE PASTOR ROSIVALDO ARAÚJO

Resultado de imagem para IMAGEM PR ROSIVALDO ARAUJO

Graça e paz a todos!


É com profundo pesar e uma enorme sensação de vazio que estamos entrando em contato para comunicar o falecimento do Pr. Rosivaldo de Araújo, que após um longo período enfermo, foi recolhido no início da noite de hoje às mansões celestiais.

O Pr. Rosivaldo de Araújo foi um dos pioneiros da obra de Renovação Espiritual no Brasil. Um homem a quem muito o Senhor Deus usou para pregar a mensagem do avivamento. Entre suas muitas ações está a composição do hino Obra Santa, hino que marcou o início da Renovação Espiritual no Brasil.

O ministério e a extensão da obra do Pr. Rosivaldo somente a eternidade poderá revelar.

Aos familiares do Pr. Rosivaldo, à Igreja Batista de Vilas do Atlântico e a toda família Batista Nacional nossos mais profundos sentimentos.

Em Cristo, hoje e sempre, e a serviço do Reino!

Edmilson Vila Nova
Pastor da Igreja Batista Nova Vida - Valinhos - SP
Presidente da Convenção Batista Nacional